Quem sou eu

Minha foto
Campo Grande, MS, Brazil
Tenho 40 anos amo a vida,a minha filha meu mozão é meus cachorros adoro festa.Amo meus amigos até mesmo aquele de msn que nunca vi é vivo de dieta.Eu ja cheguei as 79k para 1,53 de altura meu casamento estava mal é uma amiga me disse pq vc não emagrece ja viu o quanto ta gorda é minha mehor amiga até hj.Quando cheguei nos 53k meu casamento acabou.Ai fui para os 48k mais isso foi de raiva.Conheci outra pessoa me casei de novo e quando me assustei 56.800.Mais do que depressa acendeu a luz de alerta é voltei a me cuidar de novo ñ sei se conseguirei volta aos 48k mais to aki tentando.

4 de mar de 2008


10 mandamentos à mesa para treinar sem fome nem desânimo Agora que você pegou firme na academia, trate de rever seu cardápio
Ao contrário do que muita gente pensa, o ritmo forte de treino nem sempre significa um prato mais pesado.Seu corpo realmente está mudando -- para melhor! -- e precisa de um carinho especial quanto à alimentação. O aumento de gasto calórico gerado pelo exercício deve ser respeitado, se possível até com ajuda profissional , diz Heloísa Guarita Padilha, coordenadora do Departamento de nutrição da Academia. Os cuidados começam na sua forma de pensar. "Eu mereço" costuma ser uma das armadilhas mais traiçoeiras após os treinos, afinal consumir mais calorias do que você gasta vai levar a um aumento de peso. Mas o oposto também deve ser evitado: freqüentar a academia durante 3 horas e comer só uma saladinha, chegando em casa, vai destrambelhar seu organismo.

Nesses casos, acontece o que chamamos de descompensação metabólica. Há um desejo descontrolado por doces (carboidratos) após cerca de 6 horas do treino, levando ao acúmulo de gordura corporal. , explica Heloísa Guarita. Para você escapar dessa e de outras ciladas contra a boa forma, listamos a seguir os 10 mandamentos de quem quer ficar saudável e ainda perder gordurinhas indesejáveis.
1. Nunca se exercite em jejum. Seu corpo precisa ter combustível para treinar ou vai começar a queimar massa magra (músculos) em vez de gordura. O ideal é não deixar passar mais do que quatro horas da última refeição até a hora do exercício.

2. Diga sim aos carboidratos. Eles são nossa fonte de energia e ativadores metabólicos. Esse grupo alimentar deve representar 60% do café da manhã e almoço. São encontrados nos pães, massas, grãos (lentilha, feijão) e, em menor quantidade, nas frutas.

3. Não esqueça as proteínas. Elas fornecem os aminoácidos, essenciais para uma boa recuperação das fibras musculares após os esforços físicos. Leite ou derivados, carnes em geral, soja e ovos são ótimas fontes.

4. Coma pelo menos duas a três porções de fruta por dia. Elas, juntamente com as verduras e legumes, repõem as vitaminas e os minerais perdidos durante o exercício.

5. Beba água! A regra de tomar, no mínimo, dois litros de água por dia continua valendo. Se quiser, acrescente água-de-coco ou isotônicos antes, durante e após o exercício. Hidratar-se bem acelera o metabolismo, ajuda na recuperação muscular e auxilia no tratamento da celulite e flacidez.

6. Coloque mais fibras no seu cardápio. Coma alimentos integrais (arroz, pão, lentilha, feijão), folhas, frutas com cascas comestíveis e também o bagaço. Só evite fazer isso instantes antes do treino, pois a digestão desses alimentos é mais lenta.

7. Consuma alimentos diuréticos naturais (e nunca laxantes ou medicamentos similares). Erva-doce, salsão, coentro, berinjela e endívias, alho, limão, noz-moscada, cebola, salsa, hortelã, abacaxi, melancia e maracujá ajudam a evitar a retenção de líquidos, favorecendo o emagrecimento.

8. Reduza o consumo de carboidratos à noite! Nesse período, precisamos de menos energia, já que estamos mais próximos ao nosso metabolismo de repouso. A ingestão excessiva de carboidratos à noite resulta em um aumento das reservas de gordura, ou seja, atrapalha bastante quem quer perder peso.

9. Não deixe o estômago vazio por mais de três horas consecutivas. O objetivo é acelerar o metabolismo e manter seu corpo ativo, usando a gordura como fonte de energia. Nos intervalos das principais refeições, saboreie lanches rápidos e leves, como uma fruta, um iogurte ou uma fatia de pão com queijo light.

10. Corte ao máximo os doces, as frituras e o álcool. As chamadas calorias vazias dos doces levam o corpo a usar somente uma parte como fonte de energia, o resto é acumulado em forma de gordura. Já as bebidas alcoólicas, que são tóxicas ao organismo, serão queimadas primeiro pelo corpo, levando o restante dos nutrientes da dieta ao mesmo destino indesejado: os pneuzinhos.

Um comentário:

Crica Chuchu disse...

Oi amiga, tô com saudade de vc viu!
Ando meio desanimada mas é época de renovação e tô querendo sair desse buraco.
Vim te deixar um beijo e desejar uma Feliz Páscoa!

Te amo!